Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

O Blogue da Mafalda

Somos todos normais, até termos filhos! | Por Ana Fagundes Lourenço

O Blogue da Mafalda

Somos todos normais, até termos filhos! | Por Ana Fagundes Lourenço

Seg | 16.01.17

Da rotina matinal

Ana Lourenço

Acredito que para as coisas correrem bem e sem gritos logo de manhã, é preciso ter uma rotina bem definida. 

De Segunda a Sexta, temos horários bem definidos. O Pai entra mais cedo ao serviço, por isso estamos por nossa conta.

O dia começa com o biberão da Mafalda. Depois de comer, volto a deitá-la no berço e ligo a tv no canal Panda. Vou à pressa comer e lavar dentes, a miúda começa a chorar porque quer atenção. Volto ao quarto, falo um pouco com ela e visto a primeira coisa que aparece - felizmente ainda não apareci mal vestida no trabalho. Visto-a, penteio-a e deito-a um pouco na minha cama a ver tv - por esta altura já temos a bimba da Sara a cantar o "alô alô" ou "bailarina" - enquanto meto creme e perfume. A miúda descalça-se, volto a calçar.

Confirmo se o Pai deixou tudo direitinho no saco dela, não pode faltar nada. Vou buscar o ovo dela, sento-a, aperto os cintos. Faltou o coelho Alfredo ou  a Chica Bandida (os bonecos dela), vou buscar. O sapato voltou a sair do pé e - vejam lá! - a atirar-se para o chão. Volto a calçar a Mafalda.

Está frio como o raio, precisamos de aquecimento extra. Vou buscar uma mantinha para cobri-la. Reparo que está uma ventania daquelas (ah estamos em alerta, é verdade), tenho de a tapar bem para não voltar a ficar doente. Vou buscar uma manta maior para cobrir o ovo por completo.

Pego no saco dela, e na minha mala (que ainda não percebi o que tem dentro para estar sempre tão pesada) com uma mão. Na outra seguro o ovo - 5 meses e 8,5Kg, aguenta mula! - fecho a porta, tranco-a, confirmo que está trancada e vamos para o carro. Apertar o cinto de segurança, arrancar e cá vamos nós para casa da ama. Está quase!

Paramos. Tiro a Mafalda e o saco dela. Entrego-a à ama. Volto ao carro para buscar o carrinho. Despeço-me com um beijo, apesar da miúda não me ligar pevide porque está toda contente por ver os amiguinhos.

Apanho mais umas rajadas de vento para entrar no carro. Respiro fundo, ligo o carro e o rádio.

Vou começar o dia de trabalho.

exhausted.jpg