Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

O Blogue da Mafalda

Somos todos normais, até termos filhos! | Por Ana Fagundes Lourenço

O Blogue da Mafalda

Somos todos normais, até termos filhos! | Por Ana Fagundes Lourenço

03.02.19

Ah, as maravilhas da maternidade...

Ana Fagundes Lourenço
 Estar em casa com uma bebé doente é quase como ir à guerra. Tens uma missão e estás disposta a tudo para seres bem sucedida: Ajudar a cria a ficar novamente saudável. E até lá permites tudo: Só come se quiser, dorme na cama dos pais, espalha brinquedos pela casa...Quando dás por ti, andas em pontas dos pés para não atropelares a Minnie, o Mickey e os amigos. Limpas litros de ranho com a maior felicidade do mundo, porque "é sinal que está a expelir". A programação não (...)
14.01.19

Desejos para 2019 - Fraldas

Ana Fagundes Lourenço
É comum pedirmos desejos para o ano novo. As passas esgotam nos hipermercados no dia 31/dezembro e lá vamos com a maior fé do mundo.Sendo eu uma pessoa modesta, pedi apenas saúde e o primeiro prémio do euromilhões. Um dinheirinho extra dava para mandar a minha irmã para a Disney e isso, senhores, traduzir-se-ia em anos de vida!Bom, considerando que já vamos no 14º dia do ano e eu continuo pobre, penso ser legítimo alterar um desejo:Gostava - muito! - de encontrar uma fralda que (...)
29.12.18

Qual é a melhor maneira de começar 2019?

Ana Fagundes Lourenço
Agora que o Natal já passou, é altura de arregaçar as mangas e preparar as boas-vindas a2019. Mas para mim a Passagem de Ano é muito diferente da Consoada e do Natal.Enquanto estes últimos são a festa da família por excelência, a Passagem de Ano sempre foi uma oportunidade para estar com os amigos. Durante muitos anos, estar com os amigos era sinónimo de sair, beber (mas atenção, sempre com moderação!) dançar e regressar só ao nascer do Sol. Mas agora que já quase todos (...)
20.12.18

Sobre as notas da Mafalda

Ana Fagundes Lourenço
Ontem foi dia de reunião de notas da sala da Mafalda. Não me vou pôr aqui com falsa modéstia, a miúda é esperta como tudo. O problema é que também é teimosa e gosta muito pouco de ser contrariada. Aos olhos de terceiros será certamente mal educada e a culpa é da mãe (óbvio). Não sabia ao que ia, mas saí de lá muitíssimo satisfeita: A Mafalda está a desenvolver-se muito bem, a adquirir competências próprias da idade e, pasmem-se!, parece que no colégio até nem se porta (...)